Páginas

Follow by Email

sábado, 28 de março de 2009

Ubuntu Intrepid e Jaunty

Depois de ter estado em stand by com o Ubuntu 8.10 até o conseguir rodar pelo Live CD, pois que o upgrade do 8.04 para o 8.10 afectava as gravações de CD's e de DVD's, continuei a utilizar o 8.04, até que chegou o momento de fazer uma instalação limpa de raíz.

Na realidade o que se passa é que a estrutura do próprio kernel ao ter sido melhorada, e agora peço desculpa, mas sou utilizador e não informático, parece provocar um deslize durante o final da gravação. O problema situa-se aí, mas como estou a usar um PC que tem discos e CD/DVD IDE pensei que o problema se situaria nessa área, questão de velocidades de transmissão.

Ora para conseguir fazer correr o LiveCD tanto do Intrepid como do Jaunty Beta precisei de utilizar a opção de arranque «all_generic_ide».

Maravilha das maravilhas. Funcionou tudo em pleno, e consegui por o gravador a funcionar.

Levou tempo a resolução, mas ela está aqui.

Existem outras opções de arranque do Live CD, mas esta foi para mim o suficiente.

Opções possíveis de digitar:

all_generic_ide
ide=nodma
noapic
nopcmcia
noprobe

Espero que venha a ser útil a qualquer outro utilizador que se encontre com o mesmo problema.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Ao Mário

Mário, nunca lidei muito contigo, não era teu amigo pessoal, e além disso peguei-me contigo uma ou duas vezes, pois que não concordava com a tua atitude. Além disso, lá por dar uns toques no Linux não quer dizer que a minha profissão seja a informática.

Fiquei surpreso com a notícia que corria nos blogues, e no Planeta Geek que continuo a visitar regularmente, mas tamanha asneira não acreditava ser possível. Fiquei à espera de pormenores, não pormenores sádicos, nem nada do género, nem sequer bisbilhotice, mas como sofrias de uma espécie de «lupus» que te levava ao hospital, pensei cá para comigo, desta vez não conseguiu chamar por ninguém em seu auxílio. Mas que parvoíce minha, mas as notícias do teu falecimento repentino davam pouco aso a especulações.

À família enlutada os meus mais sinceros sentimentos, a ti Mário um até sempre.

domingo, 22 de março de 2009