Páginas

Follow by Email

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Castro Marim - Dias Medievais


De 23 a 26 de Agosto realiza-se a 10ª edição dos Dias Medievais.

O Castelo da Vila volta à Idade Média.

Uma das coisas boas destas festas, é que por vezes encontra-se verdadeiros achados da doçaria artesanal da nossa vizinha Espanha. No ano transacto os «nuestros hermanos» trouxeram-nos o chocolate fabricado artesanalmente, e digo-vos, era uma delícia.

domingo, 19 de agosto de 2007

Recuperar a Grub

Depois de o meu XP ter sofrido entrado em crise e a firewall ter ido à vida, sendo impossível de recuperar fosse o que fosse, resolvi reinstalar o XP utilizando para tal a opção «L», isto é, limpar a pasta de Windows e reinstalar o XP, sem no entanto perder os directórios onde guardo os documentos, pois que os guardo sistematicamente fora da pasta «Os meus documentos do Windows XP».

Porém, como tenho um segundo disco só com o Ubuntu 7.04 tenho visto que efectivamente há uma forma de recuperar rapidamente a grub, isto se o utilizador tiver dois hd's distintos. Ora na revista Linux, encontrei a solução simplificada e extremamente clara, sem as complicações que se encontram na maior parte dos helps que falam de como reinstalar a grub.

Os passos são simples,

1º - rearranca-se o PC com o live CD.
Digita-se
2º sudo grub

3º find /boot/grub/stage1

4º root (hd_,_) (Trata-se de explicitar qual o HD em que está o Linux; exemplo ( hd1,1)

5º setup (hd0)

6º quit

Isto se bem que a Revista Linux http://www.revista-linux.com/index.php?menu=issue&submenu=issues&n=2 fale de um outro programa que é o Super Grub, como forma de recuperar a Grub do Sistema. Mas, como tenho utilizado vários tutoriais e só este é que me serviu, aqui posto a forma como utilizei esta recuperação.

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Planeta Geek - Mudanças de linha editorial

Há coisas que me fazem com que a minha assertividade vá às malvas. Trata-se do dono do PG - Planeta Geek. Primeiro achou que este blog era interessante, pois que tratava dois tipos de temas, Informática e Psicologia, isto porque o autor deste blog é primeiro que tudo psicólogo e por outro lado vai-se desenrascando com os diferentes SO's que lhe passam pelos pc's onde costuma trabalhar.

Achou-o interessante e convidou, mais tarde, o Planeta Geek, todos os dias tinham solicitações de agregação, ora uns blogues são melhores que outros, as linhas editoriais de cada blogue anda ao sabor do autor e da disposição deste quando escreve. Se eu sou psicólogo porque é que me hei-de dedicar o dia a escrever sobre informática, a não ser que fale das minhas experiências neste campo, que por acaso até talvez seja dos poucos que usa o Linux, para evitar estar sempre a limpar o Windows XP.

Mas com o dono do PG não estava contente, resolveu tentar que o pessoal todo saltasse para os Blogues do SAPO, coisa que até não me importei, pois que depois da discussão que tive com ele, e o post encontra-se por aí, marcado a vermelho, para ser bem perceptível o motivo da zaragata, resolveu agregar o blog do filho ao PG. Por mim tudo bem, mas um agregador direccionado para adultos, dificilmente se iria aguentar com um blog de uma criança, que pede dinheiro ao avô para pagar as quotas do Sporting, que pede ajuda para tratar de tartarugas que estão doentes devido a pneumonia, pois que provavelmente apanharam uma corrente de ar, e ao mesmo tempo aparece logo a seguir um belo post do blog «Cravo e Canela» a dar para a área erótica/pornográfica.

É lógico que a linha editorial do PG estava de certa forma errada, daí que o dono do PG tenha começado a tirar o pessoal todo que não escrevia sobre «informática», isto é, todo aquele pessoal que não lhe agradava.

Porém, a linha editorial deste blogue não é informática se bem que por vezes fale dela. É uma linha mais para a psicologia, isto porém não invalida que não apareçam artigos sobre informática, sobre a resolução de alguns problemas dos SO's que uso e de como os resolvi, porque tanto este blog como o jotacapa.blogs.sapo.pt servem-me como caderno de notas de primeiros socorros, para as maleitas que costumo ter nos pc's onde trabalho. Como não posso andar com os cadernos todos que escrevo atrás, esta é uma das formas que arranjei de ter as minhas cábulas sempre perto de mim.

O blog continua, este e do Sapo foram desagregados, paciência, não é por isso que o blog irá parar. A partir de agora, quem me quiser convidar para algum agregador de blogs e publicar os meus posts, fazem o favor, o blog não é fechado e sem bem que existam mais autores neste blog e apareçam poucas vezes a postar, ele é um blog para ser um blog não individual mas sim de um grupo de carolas que o vai mantendo. Por isso, agreguem-no desagreguem-no, mas por favor, não mudem tantas vezes de opinião nem de decisões.

As mudanças frequentes de opinião demonstram a volubilidade da personalidade dos sujeitos!

sábado, 11 de agosto de 2007

Controvérsias da Psicologia


Após ter lido dois livros da autora Doreen Virtue, «As crianças índigo» e «As crianças cristal», os quais andam a ser vendidos e lidos por técnicos e não técnicos começando a gerar bastante polémica, pois que dos EUA têm-nos chegado algumas novas terapias, que a muito custo têm de alguma forma ganho adeptos.

A hipnoterapia regressiva foi a primeira que apareceu como livro de divulgação aqui há uns anos, que se bem me recordo, foi no final da década de 80 que tais obras apareceram, na tentativa de demonstrar que alguns dos nossos problemas psicológicos actuais têm não origem nesta vida, mas sim numa outra vida vivida anteriormente, http://akhenaton.sites.uol.com.br/, mas para que ela funcione tanto terapeuta como cliente têm que demonstrar uma mente aberta a outras formas de memórias e também de pensar.

Doreen Virtue tem-se dedicado nos últimos anos a fazer conferências sobre as «Crianças Índigo» e as «Crianças Cristal», como se de uma nova descoberta fenomenológica se tratasse, porém quem leu o Despertar dos Mágicos http://pwp.netcabo.pt/big-bang/gatodasletras/pauwels-1.htm de Pauwels e alguns livros do célebre monge budista que nunca saíu de Inglaterra, rapidamente vê que algo não bate certo.

Aparentemente as crianças índigo estarão aí para preparar o caminho às crianças cristal. Mas, ao pesquisarmos este tipo de crianças, as quais têm comportamentos aparentados com os actuais Síndromes de Asperger ficamos a pensar se algumas teorias espiritualistas terão ou não fundamento naquilo que dizem, quando referem que a aprendizagem é somente um rememorar aquilo que já foi aprendido anteriormente.

Mas, os vários poderes relatados das crianças cristal na minha opinião geram alguma controvérsia, isto porque a autora não apresenta dados concretos sobre as diversas pseudo faculdades das ditas crianças. Telepatia, telecinésia, outras formas de comunicação, nomeadamente a gestual e grande empatia, são alguns dos aspectos que são referidos para estas crianças «que são reencarnações de seres de um planeta distante», http://www.caminhosdeluz.org/A-251.htm,, levam-nos a duvidar se a autora terá razão, pois que utilizar as técnicas de relaxamento e de ioga para manter estável uma criança HDA – Criança com síndrome de hiperactivadade e desatenção, há muito que é utilizado, e se nalgumas resulta, noutras bem pelo contrário, terão que passar a tomar a velha Ritalina, para conseguir estabilizar o seu comportamento.

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

terça-feira, 7 de agosto de 2007

O Caso de Maddie - Reflexão

Madeleine Maccan desapareceu do seu quarto no dia 03/05/2007. O desaparecimento pareceu-me na altura ter uma publicidade muito, mas mesmo muito exagerada por parte dos pais.

No dia 11/05/07 http://jotacapa.blogspot.com/2007/05/pequena-maddie.html, resolvi escrever este post, e tentar nunca mais pensar no assunto. Porém, tanto a TV como os jornais que leio fizeram com que não deixasse de pensar no desaparecimento da criança.

Há várias coisas que estes pais têm que explicar ao mundo, não é a mim, que sou um mero espectador de acontecimentos, as notícias entram-nos em casa pelos mais diversos canais, sejam eles televisão, rádio ou jornais. Mas eles têm que explicar as decisões que tomaram e que foram tomando.


Não é de forma gratuita que um casal de médicos com três filhos vem passar as férias ao Algarve, e deixa estes no quarto «sozinhos», sem uma baby-sitter, quando vai jantar fora. Expliquem a razão para tamanho disparate, pois que todos nós sabemos que no país deles, mesmo sendo médicos, tinham que chamar uma baby-sitter, uma tia, uma prima fosse quem fosse, para tomar conta das crianças enquanto eles se divertiam a jantar fora.

Esta será a primeira explicação que muitos portugueses querem ver. Ora, o casal Maccan está em Portugal vai para cima de 3 meses. Não sabemos exactamente quando chegaram a Portugal, mas a Polícia Judiciária sabe-o de certeza. Na página dos desaparecidos da PJ http://www.policiajudiciaria.pt/htm/pessoas.htm, são vários desaparecimentos, mas se olharmos mais atentamente, existem alguns casos que foram dados como desaparecidos e nunca se lhes conseguiu encontrar rasto. Porém outros casos, e não nos podemos esquecer do caso da Joana Cipriano, que desapareceu a 12 de Setembro de 2004, não tendo sido encontrado o seu corpo, mas tendo as peritagens policiais chegado à conclusão que existiam vestígios de sangue da menina na casa onde esta vivia.

Muitas dúvidas este caso deixou, porém após praticamente 3 anos volvidos, caso idêntico vem à baila com contornos um pouco semelhantes, mas desta vez com cidadãos estrangeiros.

Ao reflectir sobre os vestígios de sangue no apartamento dos Maccan, ao reflectir sobre os cães ingleses que dão quase como certo que houve um morto naquele apartamento, começa-se a duvidar de muita coisa na história dos Maccan.

Uma criança desaparecida, é uma coisa, vender a casa onde hhttp://dn.sapo.pt/2007/08/07/opiniao/quem_sabe_foge_frente.htmlabitavam por um valor «inflacionada», na Inglaterra é outra, tendo lucrada segundo os tablóides ingleses com a venda dessa propriedade é outra.

No início tive uma certa pena do casal Maccan, mas a sua postura pública e a propaganda em torno da pequena Maddie, foi demasiado exagerada, e foi tão exagerada como a entrevista que a mãe da Joana concedeu a um canal televisivo para realizar um apelo sobre a sua filha desaparecida. No caso da Joana Cipriano, a garota terá assistido a algo que não devia ter assistido, e daí que tenha sido feita desaparecer. No caso da Madeleine começa-se a pensar que ela também terá assistido a algo que não devia, e tinha que levar sumiço definitivo.

As televisões nacionais e internacionais deram as notícias alargadas sobre este desaparecimento, todo ele muito mediatizado. Os jornais nunca deixaram de escrever sobre o assunto. A notícia correu mundo, tendo sido alegadamente vista em países que vão desde Marrocos até à Bélgica, porém da criança nem rasto. Um «médium» enviou um mapa onde o corpo se encontraria, mas a falta de cães especializados em busca de corpos terá levado a polícia a por de lado essa hipótese.

Enfim, um desfecho estará próximo, mas tal como Ferreira Fernandes diz no Diário de Notícias de 7/8/07, na sua coluna «Quem não sabe foge prà frente» http://dn.sapo.pt/2007/08/07/opiniao/quem_sabe_foge_frente.html. Se ela está morta, digam e descubram o porquê?

tags: crimes, notas várias, polícia, polícia judiciária, sociedade

domingo, 5 de agosto de 2007

Férias

Nesta altura do ano, como de costume, entramos de férias. Consoante os anos as férias servem essencialmente para descansar, dar umas voltas por aí, desde que o calor do Sol não ultrapasse os 32º e por a leitura em dia.

Nas férias, ir à praia é um suplício, aliás se pudesse tirar férias em qualquer altura do ano, tiraria noutro mês que não o mês de Agosto.

Neste período do ano, em que costumo ter mais tempo disponível e poucas pressas tenho, costumava dar uma vista de olhos aos filmes que existiam no Mula da Cooperativa, marcava os clássicos com alguns anos, dava um pulo ao índice do Btuga, via se algum me interessava, mas como as regras do BTUGA nunca me convieram, pois que não tenho a paciência suficiente para estar com o PC dias a fio ligado, para atingir os rácios que ele publicitava.

No Jornal do Algarve, o Carlos Albino avança com a ASAE da Gramática Portuguesa, e é contra a «silly-season» à algarvia. Os enlatados da televisão assim o demonstram. os filmes só em Faro ou na Guia, além do que a escolha para o mês de Agosto sempre foi fraca. A Câmara de Castro Marim, resolveu apresentar o Apocalypto no dia 2 de Agosto, como prenúncio das Feira Medieval e da exposição sempre muito concorrida dos velhos instrumentos medievais de tortura, «esmaga mãos», a «dama de ferro», a «roda», enfim uma panaplópia de instrumentos que é sempre muito concorrida e faz entrar uns euros nos cofres da Câmara. http://www.geocities.com/adtenebras/compendio.htm, nesta página, encontram os ditos instrumentos. Mas, como há realmente coisas que valem a pena ver e ouvir, temos os concertos no Forte de S. Sebastião e o torneio da idade média protagonizado pela GNR.

Enfim, um conjunto de actividades para chamar turistas e fazer entrar alguns euros nos cofres das diversas câmaras estão por aí no Algarve. Porém, o Algarve, ou tal como está na publicidade que se vê espalhada por aí, o Allgarve tem muito para oferecer e não são só as praias, os núcleos arqueológicos espalhados pela zona de Alcoutim – Martim Longo convidam a alguns passeios, pela serra, mas quando o calor aperta de certeza que os «turistas» irão preferir zonas bem mais frescas, do que ir até um local pouco verde e seco.

Fiquem bem, trata-se de um post de férias, pois que estou de férias, e os posts vão ser muito poucos.

Boas férias a todo o pessoal do Planeta Geek, e a quem vai lendo os meus posts.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

O caso Madeleine

O caso da menina desaparecida não chegou de forma alguma ao fim, e talvez tudo aquilo que se pensou tenha que se recomeçar a pensar, pois que todo o caso teve contornos muito estranhos, e quer a comunidade britânica pense, toda a actuação da família está cheio de secretismo.
Nem sequer me vou por a dissertar sobre o «fenómeno do pacto de silêncio», pois que isso já deveria ter sido posto a nú, pelas autoridades policiais, além do que o grande público deveria ter sido já informado que pacto de silêncio foi esse. Porém uma notícia chamou-me à atenção, é que a garota terá sido vista na Bélgica sentada numa esplanada. Segundo o jornal SOL (http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=48661), a polícia belga terá recolhido uma garrafa por onde a menina terá bebido. A questão de saber se ela bebeu e se era ela resume-se agora a dois exames periciais, um deles extremamente rápido o outro não tanto quanto isso. O primeiro exame rápido, são as impressões digitais da garota, se elas forem iguais então era à garota de certeza. O outro, que talvez leve mais tempo, é o exame de ADN e a comparação do ADN que por comparação com o ADN «parental» pode garantir se a criança vista na dita esplanada era ou não a Madeleine.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Diferença entre feminino masculino


4. As imagens mostraram que o lobo parietal inferior, área envolvida em atividades
matemáticas, é maior no cérebro deles. Portanto, os homens costumam ser melhores em tarefas matemáticas, enquanto as mulheres se saem melhor em atividades verbais.
5. As mulheres são mais emotivas e expressam com mais facilidade seus sentimentos do que os homens, porque o sistema límbico delas é mais desenvolvido do que o deles.
(Do item 1 a 5 - Fonte: Revista Veja – Agosto/2004)
(Foto extraída da Super Interessante m.º 112 - Agosto 2007)

Mas há mais coisas a dizer para além destas, senão vejamos, a nível dos testes psicológicos existem as tabelas para o Sexo Feminino e as tabelas para o sexo masculino. Se formos a observar bem essas tabelas, nota-se que os valores alcançadas pelo sexo feminino são regra geral superiores às do sexo masculino. Ms só por isto não se pode dizer que o sexo feminino seja mais inteligente do que o sexo masculino.

Digamos que tem outras apetências e muitas delas ligadas à afectividade e à relação de empatia que conseguem estabelecer. Por outro lado a visão (pensamento). Não me irei debruçar muito mais sobre esta matéria, pelo menos neste momento, para não tornar nem muito longa, nem tornar a leitura muito fastidiosa.

Mas fica a nota, existem diferenças nas redes neuroniais dos homens e das mulheres, porém em qualquer dos casos se essas redes neuroniais forem bem aplicadas, qualquer deles poderá chegar aos patamares mais elevados do saber.