Páginas

Follow by Email

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Campeonato do Mundo de Futebol 2010

Campeonato do Mundo 2010-06-30

À rasquinha Portugal conseguiu seguir para a África do Sul, isto depois de ter conseguido ser apurado. Durante os chamados Jogos de Preparação que os portugueses fizeram, viu-se que é uma equipa de estrelas, Cristiano Ronaldo, Simão, Pepe e companhia, porém o número de golos realizados durante essa preparação sempre foram diminutos. E daí que se tenha avançado para a África do Sul, onde Portugal começou por um empate 0-0 contra uma equipa africana, logo nesse jogo denotava-se que Portugal estava com pouca garra, essa convicção continuou a perdurar após o jogo com a Coreia do Norte em que ganhámos por 7-0, mas sempre em jogadas de contra-ataque. O empate com o Brasil em que Portugal não conseguiu ter a bola nos pés durante a maior parte do tempo, já previa um pouco o que era de esperar contra uma Espanha baseada na equipa do Barcelona, que a época passada, ganhou tudo o que havia para ganhar. Daí que após muita euforia dos portugueses que assistiam aos jogos, nos mais diversos sítios, se sentisse que estávamos a ser perfeitamente toureados pelos espanhóis, olé, olé.
Não sou grande fã de futebol, gosto mais de ver hóquei ou basquetebol, porém uma coisa é certa, equipa que não ataca não ganha, equipa que se limita a defender, corre o risco de sofrer golos. E na minha humilde opinião, foi exactamente isso que aconteceu à equipa das quinas. Não sei se a culpa é do Treinador Carlos Queirós, se a culpa é dos jogadores, mas ver a nossa equipa a ser autenticamente toureado pelos espanhóis, não gostei mesmo nada, é lógico que a história do tempo de posse de bola, aqui neste jogo, os portugueses ficaram a perder, as fífias dadas nos remates de longe, as bolas a passar bastante acima da baliza, enfim a falta de pontaria afinada, veio demonstrar que os jogos jogados à defesa não ganham campeonatos, uma equipa para ganhar, tem que ter um ataque sustentável e instalar-se no meio campo adversário, para conseguir marcar golos, tal não sucedeu. Aliás de cada vez que a nossa equipa começa a jogar no seu meio campo, costumo sair defronte da televisão, pois que mete raiva aquele engonhanço todo, será que eles não percebem que para se ganhar, temos que estar instalados no meio campo adversário?
Estas e outras questões terão que ser levantadas, pois que uma coisa é por uma equipa a jogar contra o Brasil esperando mesmo um empate, outra é arranjar uma equipa para o tudo ou nada, parece-me que por vezes, as escolhas são infelizmente um pouco erradas, faltou nesta equipa a alegria de jogar, daí que tenhamos partido a jogar à defesa e termos sofrido um golo, foi um pequeno passo.
Pelo menos uma coisa estou certo, do OGE não vai sair grande coisa para esta equipa, e daí talvez a administração pública se safe de lhe cobrarem mais uns cobres, porque a equipa nacional ficou mais tempo na África do Sul. Já bastou mesmo Saltillo e Roberto Carneiro, nesse ano longínquo de 1986, que todo o pessoal que trabalhava para o Ministério da Educação e que fez horas extraordinárias, nunca as recebeu, em virtude da verba ter sido cativada para a equipa de futebol que estava a representar Portugal em Saltillo – México. Nessa altura os jogadores fizeram uma espécie de greve, porque os senhores representantes do Futebol Português, comiam primeiro que eles, desta vez o que terá sido?

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Vídeos RTP

Os vídeos RTP segundo parece são podcasts vídeo, e como tal são possíveis de fazer download, existindo uma forma ou um programa para o fazer, tenho experimentado várias formas e vários programas mas até agora ainda não consegui, pois que tirar vídeos de outros canais CNN, SIC, TVI SkyNews, não envolve problema algum, com a RTP não é exactamente assim.

O wget do Ubuntu deu isto:



Será que alguém sabe como fazer o resto?

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Today I receive another scam letter

Today I Received another scam letter- I don't have any associates, and I never contacted this fellow,

Hoje recebi mais uma carta de um ilustre desconhecido, o qual nem sequer sei quem é, e muito menos sei a que é que ele se propõe. Mas como é mais um dos muitos esquemas que anda pela net, aqui deixo mais um, já não bastava os emails daquela velhota a dizer que vai morrer daqui a pouco tempo com um cancro no esófago, para agora me aparecer mais este.




«Renato Sison
Abbey Bank,
40-42 Watney Mkt, Stepney,
London E1 2PT,
United Kingdom.



Dear sir,

After a serious thought, I decided to reach you directly and personally because I do not have anything against you, but your partners. I am the wire transfer/telex officer of Abbey Bank, London. Sometime in the past, your partners approached me through a friend of mine who works with Her Majesty’s Revenue and Customs (HMRC) here and requested that I assist them conclude a money transfer deal that has to do with inheritance and contract payment. They gave me your personal contact and bank details and told me to put them into our computing system that it will appear that you are one of the contractors/next-of-kin that has been cleared for payment.

According to them, they wanted to use this strategy to transfer a huge amount of United States Dollars which they accumulated through inflated contract awards and the money has been floating in the financial system since the original contractors has been paid so they wanted to use your account to transfer the surplus. We agreed that once I do this, they would give me US$100,000.00 and give me another US$100,000.00 when I release the fund to your account. When they saw that I have done it and your name has been approved among the list of those to be paid, instead of giving me the agreed deposit of US$100,000.00, they started avoiding me and resorted to threats. I immediately deleted the transfer code that is only known to me because of my position, and released other contractors fund without yours.

They became angry when they saw that their threat did not work, and they started bribing other officials to get another approval to transfer the money to you without success. I want you know that I am 100% responsible for the delay and obstructions because of their breach of agreement. If you doubt what I have just told you, pay any amount they will ask you to pay now, after a short time they will come up with another reason to pay again and it goes on and on. They are simply unable to go through the right channels and procedure. Now if you want us to work together, these are my conditions.

i. I will have 30% of the money because it is only the two of us left for now.
ii. You will assist me open an account in your country or any other place of my choice where I will pay in my own share of 30%.
iii. As you can see, it will be useless and mere waste of time and money if you continue with any other person, so we will conclude this transaction with utmost secrecy with the above telephone and email only.
iv. You will provide me with your private telephone, mobile and fax numbers as well as email address to facilitate easy communication between you and I only.

If these conditions are acceptable to you, contact me as soon as possible to let us finalise so that I will fax to you our official KTT wire transfer form to complete and I will release the money to your account after due protocols has been observed. But if you are not interested, I advice you to forget the fund as it will be transferred into our consolidated national reserve.

Best regards.

Renato Sison»

segunda-feira, 21 de junho de 2010

O som irritante das Vuvuzelas


O som irritante das vuvuzelas em todos os jogos que se podem ver pela televisão deixam a cabeça de uma gajo a andar à roda. Mas hoje na net descobri que já existe um filtro para o som da Vuvuzela, o objecto em si, armado em corneta.

Só que já existe um filtro para este som irritante na net, mas não existe filtro possível para quem sopra e quem ouve ao vivo nos estádios.

Quem vai ficar a ganhar são os otorrinos do mundo inteiro, bem como as casas que vendem próteses auditivas. Provavelmente a malta está desejosa de ser operado às estenoses de canal auditivo que aquele som irritante irá provocar, não agora, mas daqui a uns aninhos, os otorrinos não vão ter mesmo mãos a medir.

Portugal 7 Coreia do Norte 0

Se quando o Eusébio jogou, conseguimos vencer a Coreia do Norte por 5-3, hoje, esses cinco golos transformaram-se em SETE a Zero, tendo Cristiano Ronaldo feito o gosto ao pé, depois da bola esquisitamente ter-lhe batido nas costas e na cabeça, acabou a rematar com o pé. Realmente só mesmo um grande jogador com todas as suas capacidades é que conseguia ter o equilíbrio e a presença de espírito para ter marcado aquele golo.

Este resultado, 7-0, há muito tempo que não se via, muito menos num Campeonato do Mundo. E eu que tenho andado a resmungar porque as equipas tem marcado pouco..... Mas hoje valeu a pena, pelo menos o resultado foi uma belo resultado, o qual dá para o dito goal average, caso seja necessário entrar por aí.

E vale o golo de Rui Meireles

A selecção tem andado assim um pouco apático. O primeiro jogo ficou 0-0, neste segundo jogo contra a Coreia do Norte, está a vencer por um a zero, mas continuo a achar que Portugal está a rematar pouco, ou então os remates que faz, fora da grande área continuam frouxos e mal colocados.

Esperemos para ver o que dá, mas a equipa nacional está fraca.

O problema do Deco e da sua dor na anca, poderá muito ser o prenúncio de uma carreira em que o nervo ciático vai ficar afectado, mas quanto a isto e com o tratamento adequado as coisas passam rapidamente.

A selecção Francesa, quase de malas aviadas para vir para a Europa, ainda vai dar que falar, quanto mais não seja, porque fez exactamente o mesmo que Portugal fez em Saltillo - México, revoltou-se contra um treinador e contra, segundo parece, um Secretário do Desporto. Se o técnico não gosta do jogador X ou Y, mas o escolheu, então algum valor terá, e provavelmente também deveria ouvir o que o jogador tinha a dizer, não o ouviu e mandou-o embora. Enfim, coisas do futebol.

sábado, 19 de junho de 2010

Louva-a-deus em local pouco usual


Louva-a-deus em cima de um escadote, talvez fosse para olhar as coisas do alto.

Futebol - não ninguém se entenda


Como apesar de gostar de ver o futebol na televisão, o facto de estar sentado à frente do écrã, e ver a malta a falhar golos atrás de golos, ou a não jogar nada, irrita-me e ainda me põe o coração mais acelerado do que ele já anda.

Porém, gosto de ir seguindo pela internet, dando uma olhadela a algum canal que consiga apanhar, ou mesmo através do portal do SAPO que costuma ser fidedigno.

Mas os Camarões-Dinamarca apresentavam-se com este marcador no portal do Sapo, como se pode ver aqui no lado esquerdo.
O engraçado disto, é que no Canal Hertz por satélite, estavam a transmitir o jogo em directo, tendo reparado na alegria imensa dos Dinamarqueses, pois que conseguiram vencer por 1-2.

Coisas do futebol, ou das transmissões.....

camip


Louva-a-deus


Já os tinha visto bastante grandes, mas um Louva-a-Deus em miniatura, até agora é que ainda não tinha.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Recuperar a Grub Ubuntu 10.04

Com dois HD's iguais, cada um com 160 gigas, e depois de instalar o Windows 7, e instalar o Ubuntu 10.04, o sistema ficou parado e quieto, sem conseguir fazer arrancar nenhum dos sistemas.

Nada de pânico, pois que para fazer arrancar algo com Grub2 um CD de SuperGrub chega e sobra para resolver momentaneamente, até se conseguir resolver o problema. Isto é, tentar perceber, porque é que com o Windows XP e Vista se conseguia escrever o menú da Grub e com o Windows 7, a coisa complica-se, devido ao facto do próprio sistema reservar para si cerca de 100 megas.

Esta situação é facilmente resolvida se seguirmos as instruções que se encontram neste fórum (http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,14614.0.html), porém, para conseguir por as coisas no lugar, já que a instrução:

sudo grub-install, ou mesmo quem utilize a versão do Ubuntu 9.04 com Grub1 o «setup (hd0)» não funciona, porém se o utilizarmos para o setup (hd1), o pc fica a funcionar, há que modificar o arranque do sistema, a nível da BIOS, pois que eu quero é que o pc arranque, para poder escolher o sistema que quero por a funcionar.

Com a instrução
sudo fdisk -l
fica-se a saber o que é que se está a passar com os discos, ora veja-se:

Disco /dev/sda: 160.0 GB, 160041885696 bytes
22 heads, 20 sectors/track, 710413 cylinders
Unidades = cilindros de 440 * 512 = 225280 bytes
Sector size (logical/physical): 512 bytes / 512 bytes
I/O size (minimum/optimal): 512 bytes / 512 bytes
Identificador do disco: 0x3ad92588

Dispositivo Boot Início Fim Blocos Id Sistema
/dev/sda1 * 1 710412 156290630 7 HPFS ou NTFS

Disco /dev/sdb: 164.7 GB, 164696555520 bytes
255 heads, 63 sectors/track, 20023 cylinders
Unidades = cilindros de 16065 * 512 = 8225280 bytes
Sector size (logical/physical): 512 bytes / 512 bytes
I/O size (minimum/optimal): 512 bytes / 512 bytes
Identificador do disco: 0x00056e58

Dispositivo Boot Início Fim Blocos Id Sistema
/dev/sdb1 1 19461 156314624 83 Linux
/dev/sdb2 19461 20024 4518913 5 Estendida
/dev/sdb5 19461 20024 4518912 82 Linux swap / Solaris

Ora o que acontece, é que realmente o disco que tem o Windows 7, está completamente cheio, não podendo nenhum espaço ser utilizado para fazer o arranque de dual boot.

Com o Gparted instalado, pode-se verificar ainda melhor o que efectivamente se passa com o disco sda1:

O Disco está completamente ocupado com o Sistema do Windows 7, não dando margem de manobra para poder escrever lá a Grub.


O remédio mesmo, é alterar a disposição dos discos no Setup da BIOS, e montar a Grub2 para poder arrancar o computador através do 2º disco e não do primeiro.



Primeiro problema resolvido da Grub 2.