Páginas

Follow by Email

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

O caso Madeleine

O caso da menina desaparecida não chegou de forma alguma ao fim, e talvez tudo aquilo que se pensou tenha que se recomeçar a pensar, pois que todo o caso teve contornos muito estranhos, e quer a comunidade britânica pense, toda a actuação da família está cheio de secretismo.
Nem sequer me vou por a dissertar sobre o «fenómeno do pacto de silêncio», pois que isso já deveria ter sido posto a nú, pelas autoridades policiais, além do que o grande público deveria ter sido já informado que pacto de silêncio foi esse. Porém uma notícia chamou-me à atenção, é que a garota terá sido vista na Bélgica sentada numa esplanada. Segundo o jornal SOL (http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=48661), a polícia belga terá recolhido uma garrafa por onde a menina terá bebido. A questão de saber se ela bebeu e se era ela resume-se agora a dois exames periciais, um deles extremamente rápido o outro não tanto quanto isso. O primeiro exame rápido, são as impressões digitais da garota, se elas forem iguais então era à garota de certeza. O outro, que talvez leve mais tempo, é o exame de ADN e a comparação do ADN que por comparação com o ADN «parental» pode garantir se a criança vista na dita esplanada era ou não a Madeleine.
Postar um comentário