Páginas

Follow by Email

quinta-feira, 16 de maio de 2013

O grande erro dos nossos políticos

O grande erro dos nossos políticos tanto faz eles serem da esquerda, direita ou centro, é que o país viveu uma explosão populacional em 1975/76 com a descolonização, e a entrada de milhares de pessoas da ex-colónias. Falemos claro, os «retornados» vieram trazer sangue novo, pessoas novas, mas também outro tipo de encargos.

Foi fácil integrar socialmente estas pessoas, porém, não foi tão fácil assim, olhar para o futuro, e chegar à decisão do tempo em que o nosso actual Presidente decidiu que por cada dois funcionários públicos que saissem só entraria um. Logo aí, começa sem dúvida o défice da Caixa Geral de Aposentações.

Anos mais tarde, é dado a hipótese ao Funcionário da FP que quando está a recibos verdes ou contratados possa descontar ou para a Segurança Social ou para a Caixa Geral de Aposentações. Como na maioria dos casos o contrato de trabalho até é a prazo, e após esse período o dito funcionário do estado até pode arranjar algo melhor, então mal por mal, a Segurança Social até é preferível. Porém, a nível político esqueceram-se que o sistema é um sistema em pirâmide, tem que existir entradas, senão não podem haver saídas. Isto é, a CGA não é nenhuma bolha financeira, porém o próprio estado, começou a fazer dela uma espécie de bolha, que rebenta um dia destes.

Esqueceram-se que as pessoas que vieram das ex-colónias, já há muito que deixaram o sistema, muitas até já faleceram, outras continuam a receber a sua aposentação e que muitas delas até pagaram à CGA para se poderem aposentar mais cedo.

Façam bem as contas, e olhem para a história, a coisa não é tão negra como os nossos políticos andam a fazer crer, porém existem uns que pensam que chupando o tutano dos ossos ao pessoal, conseguem encher os cofres do Estado para pagar juros altos, e a prazos curtos.
Postar um comentário