Páginas

Follow by Email

quinta-feira, 26 de abril de 2007

aMule ou Bowlfish

Após ter usado o aMule, reparei que o meu tráfego estava a contar na maior parte do tempo como internacional. Não é que me importe muito, mas ficar sem 6 gigas logo no início do mês, depois de ter utilizado o Azureus, para tirar um ficheiro e o amule, fiquei um pouco desconfiado.
Removido o ipfilter, recompilado o ipfilter.pl, o problema continuou, poderia ser da pouca habilidade cá do rapaz, mas a existência do MoBlock da Phoenix, permitia definir realmente filtrar o tráfego, só que não era exactamente isso que pretendia.

No Windows XP costumo utilizar o Bowlfish e o Koizo, depende do que quero «downloadar», pois que também costumo utilizar o Morphix ou o Xtreme.

Não desisti de configurar o aMule no Ubuntu, mas como gosto de usar o Bowlfish, toca de utilizar o wine para o instalar, e depois de instalado, o «sudo wine eMule.exe», fá-lo funcionar às mil maravilhas, e até com uma maior velocidade.

Após ter experimentado várias distribuições de Linux, tais como Fedora, Suse, Caixa Mágica, Alinex, Kurumin, o Ubuntu foi ficando sempre primeiro com o Dapper, depois com o Edgy e agora com o Feisty. A escolha do Ubuntu talvez seja devido aos Fóruns de apoio, pois que é raro aquilo que não se consegue resolver no Ubuntu, através da leitura dos ditos Fóruns de ajuda.

O que é certo é que este sistema está aqui há cerca de dois meses, tendo ligado muito poucas vezes o Windows. Graças ao Ubuntu consigo não estar preocupado com os troyans, spywares e com toda a porqueira que tinha que estar sempre a limpar no Windows.

Com o Feisty fiquei a saber que o MLDonkey está também a funcionar, e funciona, pois que já fiz um download com ele. Só que como ainda não encontrei a literatura suficiente sobre ele, ele continua quieto, até novas experiências.
Postar um comentário