Páginas

Follow by Email

quinta-feira, 5 de julho de 2007

Divagações da Idade - 2

Desde puto uso óculos. A minha primeira lembrança de ver uma imagem nítida, prende-se a uma memória longínqua, por volta dos meus três anitos, levaram-me a uma sala imensa, talvez não fosse tão imensa quanto isso, com uns grandes quadros luminosos especados ao fundo da sala, os do lado esquerdo tinham letras, os outros tinham uns «E» cada qual virado para o seu lado, uns para cima, outros para baixo, outros para a esquerda e para a direita.

Aí, nessa sala, houve um gajo de bata branca que resolveu enviar uma armação de óculos optométricos e começar a por lentes e tirar lentes, e como não sabia ler, é lógico, aos três anos mas sabia qual era a direita e a esquerda o cima e o baixo, toca de me perguntar para que lado é que o raio dos «E»'s estão voltados.


No final, quem ia comigo, recebeu um papel, com umas garatujas e encaminhou-me para que fossem fazer as lunetas, que aquilo que eu precisava era de óculos. Foi a partir de então que comecei a usar as ditas cangalhas em cima do nariz.

A partir daí, é que foi um caso sério, tudo aquilo que era papel eu queria saber o que dizia. Aquelas grandes folhas que o pessoal lá por casa lia, que parecia um livro, mas não era um livro, era o jornal diário, passou-me a despertar a minha curiosidade, e letra a letra, fui apanhando o alfabeto, e se apanhei o alfabeto, também comecei a apanhar a palavra, claro que uma das primeiras palavras que me lembro de ter lido, foi «Diário de Notícias». É um facto interessante, desde aí, costumo ler o dito diário com mais facilidade do que os outros.

A aprendizagem da leitura nem sempre se faz na escola com a professora primária.
A aprendizagem da leitura depende muito do estímulo visuo perceptivo que a criança tem, se os pais leem é natural que a criança sinta desejo de saber o que é que os pais estão a fazer, e comece de certa forma a interessar-se pela leitura. Agora, se os pais não lêem, como é que as crianças sentirão necessidade e desejo de perceber o que está escrito nos livros?
Postar um comentário